“Filha Heróica, ide e incendiai o mundo!”

6 de fevereiro de 2019

Dirigentes da LAFS se reúnem em Atibaia

 

No último final de semana entre os dias 01 e 03 de fevereiro de 2019 aconteceu em Atibaia/SP, o Encontro de Dirigentes da Lafs com a participação de 32 dirigentes. Representando a Lafs do Tabor da Liberdade, esteve presente a liguista Lana de Cássia, de Itabira/MG. Segue abaixo o seu relato sobre o Encontro:

 

Em clima de festa Jubilar, iniciamos nosso encontro de Dirigentes, Membros e Jardim de Maria, da Liga Apostólica Feminina de Schoenstatt, no Santuário da “Permanente Presença do Pai”, Atibaia/SP.

 

Primeiramente foram acolhidas todas as participantes dos Regionais Sudeste e Paraná, seguida da apresentação e acolhida das Assessoras, Regionais e locais. Ir. M. Diná Batista (Regional Sudeste), Ir. M. Jacinta Donati (Regional Paraná), Ir. M. Doralice de Souza (Curitiba), Ir. M. Floriza Kazue Okuda(Brasília), Ir. M. Dionéia Lawand (Rio de Janeiro), Ir. Adriane Maria Andrade Barbosa (Belo Horizonte/MG), Ir. Iracema Betoni (Cornélio Procópio), Ir. Agnes Marqueto (Araraquara/SP), Ir. Mariane Galina (Vila Mariana).

 

A seguir fomos presenteadas com uma palestra ministrada pela Ana Paula Moss Campos de Guarapuava/Pr., sobre “A Beleza de ser Mulher”.

 

Por estarmos em um Ano Jubilar, durante o Encontro algumas datas importantes para o Movimento de Schoenstatt e em especial a Lafs foram apresentadas:

 

100 anos de Hoerde 

A alegria do Evangelho para uma Igreja em saída, o ardor missionário não pode morrer, celebrar um jubileu significa rever o tempo passado, e renovar o tempo presente, nossos ideais e aspirações devem realmente ser a resposta, a solução, o caminho para a nova margem, por isso devemos nos entusiasmar pela missão, rumo aos tempos novíssimos, nosso coração deve arder pelo apostolado.

 

70 anos do 31 de maio 

“Um novo início no Espírito”, Nossa Senhora nos deu um ao outro. Queremos permanecer fiéis um ao outro: um no outro, um com o outro, um para o outro no coração de Deus. Se não nos encontrássemos ali, seria terrível. Ali devemos tornar a nos encontrar! Não devemos pensar: Vamos para encontrar Deus e por isso nos separamos. “Somos os teus pés”!!! 

 

70 anos da colocação das placas internas do Tabernáculo 

A partir da corrente de coroação em 1939, escolheram um símbolo que os representassem no Santuário Original. O símbolo da Liga Apóstolica Feminina foi o Tabernáculo. Com a volta do Pai e Fundador do campo de concentração de Dachau em 1945, foi publicada a primeira edição do “Rumo ao Céu” e a Lafs assumiu como compromisso do Ramo a oração do Oficio de Schoenstatt. Com este estímulo espiritual elas puderam presentear materialmente o Tabernáculo no dia 31 de maio de 1948. Como esta corrente deu muita vida ao Ramo, surgiu a iniciativa de configurar o interior do Tabernáculo com as cenas Bíblicas do Ofício. Foram escolhidas as cenas: Belém, Betânia, Tabor, Gólgota e Cenáculo, e colocadas em 31 de maio de 1949.

 

Concluímos nosso encontro, uma belíssima vivência meditando e contemplando as cenas bíblicas: Belém, Betânia, Tabor, Gólgota e Cenáculo e assumindo como compromisso a conquista destas placas para os Santuários onde ainda não tem, para cada local foi sorteada uma cena bíblica, bem como a conquista do ostensório lirial, para presentear o Santuário Original, no Centenário da Lafs em Schoenstatt.

 

Para confirmar estas conquistas e compromissos, entregamos novamente a Coroa e o Cetro para a Mãe Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt, com a súplica, “Rainha Tabernáculo Vivo, aceita o Cetro Lirial! Sê Rainha! Empunha o Cetro! Vence, reina e triunfa!

 

 

Por Lana de Cássi Andrade

 

Leia mais sobre o Encontro no Portal Nacional de Schoenstatt

 

 

Compartilhe

© 2019 Schoenstatt. Todos Direitos Reservados

Weblite