O ardor missionário floresceu junto com a entrada da primavera !

4 de outubro de 2021

Aos 26 de setembro de 2021, houve o reenvio de 30 imagens peregrinas na Paróquia São José Operário em Contagem, pertencente à Região Episcopal Nossa Senhora Aparecida (RENSA),  Arquidiocese de Belo Horizonte/MG.

 

A Imagem Diocesana junto com as missionárias e suas respectivas imagens peregrinas entraram solenemente pelo corredor central  da igreja e foram dispostas num belo trono ornamentado para esta ocasião. 

 

Padre Túlio fez uma explanação catequética muito rica sobre o simbolismo dos ritos litúrgicos e ao final foi renovada a Aliança de Amor e feita a oração de envio do livro de orientações.

 

Irmã Adriane Maria Andrade Barbosa , assessora da Campanha nesta Região, dirigiu algumas palavras às missionárias. Fez um paralelo com o Evangelho que salientava que se os membros de nosso corpo nos levassem a pecar, melhor seria os arrancar, ao contrário, cada missionária precisava caminhar nas casas de tantas famílias feridas, sendo os pés, as mãos e a voz da Mãe e Rainha. Apontou que a natureza se revestia de flores no início da primavera e que da mesma forma, este reenvio das imagens despertaria um novo desabrochar da vida espiritual e missionária nestas famílias.  

 

 

 

 

Maria Cleomar de Figueiredo Pereira, coordenadora de Paróquia,  assim se expressou: 

“ A Missa de do reenvio em nossa Paróquia, foi como uma anestesia geral, a felicidade é tanta que só vejo alegrias e coragem para recomeçar. A vinda da irmã com a Mãe Rainha nos deu muitas  alegrias. Despertou no coração de todos um novo desabrochar.”

 

Padre Túlio César Caetano, disse ainda que  “Foi uma experiência muito rica e pertinente. A visita das Irmãs de Maria de Schoenstatt, foi muito motivadora. Ficamos agradecidos. A partir de agora, o ardor missionário floresceu. Desabrochou.  Foi uma experiência nunca vivida em nossa paróquia.”

 

Nossa Mãe e Rainha nos eduque para sermos seus missionários com renovado ardor e confiança que Ela é a grande missionária.

 

 

Por Ir. Adriane Maria Andrade Barbosa

 

 

 

Compartilhe

© 2021 Schoenstatt. Todos Direitos Reservados

Weblite