Encontro Anual de Dirigentes 2021- Liga das Mães de Schoenstatt

20 de março de 2021

Chegou a hora do teu amor!

 

Mesmo de forma online,  as dirigentes da Liga das Mães se reuniram nos dias 12.03.2021, das 20 às 22h e no dia 13.03.2021, das 8 às 12h. Todas receberam a recomendação de que colocassem a camisa da Liga, preparassem um local em seu Santuário Lar, para participarem do encontro. No sábado, como o encontro ocuparia a manhã inteira, todas deveriam aderir à moda e pedir o almoço delivery.

 

A acolhida foi feita pela Ir. Mariane Galina, assessora geral da Liga das Mães, e, segundo ela,  em torno de 250 dirigentes tinham feito a inscrição para o encontro. Por várias vezes expressou a saudade de ouvir a movimentação das mães lá no auditório em Atibaia, as conversas, os risos, os abraços.

 

O encontro teve sequência com a participação da Equipe Central, que auxilia a Ir. Marianne nos encontros. Elas repassaram a caminhada das mães nesses 58 meses de preparação ao Jubileu de Diamante, quando serão comemorados os 75 anos de fundação da Liga das Mães no Brasil.

 

Foi pedido às mães que enviassem uma foto sua em seu  Santuário Lar e essas fotos foram exibidas nos intervalos do encontro.

 

 

A grande surpresa desse primeiro dia foi que logo após a vivência, entrou uma transmissão  ao vivo, direto da Capela Custódia Viva, em Atibaia. Foi uma alegria para todas, ainda que espiritualmente, voltar àquele lugar  tão especial.

 

Padre Francisco José Lemes, capelão do Santuário de Atibaia,  expôs  Jesus Eucarístico na Custódia,  que é o símbolo das Mães e abençoou a todas.

 

Terminada a Bênção Eucarística e, diante do trono da Rainha Custódia Viva, Ir. Liliane Dias e Ir. Nelly Mendes declararam, oficialmente, aberto o ano jubilar.

 

O sábado começou às 8h, com uma belíssima palestra da Ir. Patrícia Lemes, assessora do Regional Paraná com o seguinte título: “Padre Kentenich, um brilhante nas Mãos da Rainha”.

 

No início da palestra, Ir. Patrícia apresentou uma frase do Padre Kentenich: “Anos jubilares são anos de sofrimento e provação”. E fez menção das grandes provações que temos vivenciado com a pandemia, da crise de credibilidade, que deixa as pessoas sem saberem em quem acreditar, para onde ir.

 

Relembrou que a Liga das Mães é fruto da primeira visita de nosso fundador ao Brasil, em 1947.

 

Falou da vida do Padre Kentenich, de como ele foi um brilhante nas mãos da Mãe, de como viveu em grau elevado as virtudes da pureza, da veracidade, o servir desinteressado e a paternidade. Durante a palestra lançou algumas perguntas para as mães responderem pelo chat, entre as quais destaca-se: “O que é ser uma pequena Maria?” Uma mãe respondeu: “Ser pequena Maria é imitá-la mesmo não sendo nada.”

 

Na sequência de palestras, foi a vez das Irmãs Dioneia Lawand e Adriane Maria Andrade Barbosa, que deram uma aula sobre os documentos da Igreja.

 

O último documento apresentado foi a Carta Apostólica Patris Corde (Com coração de Pai), escrita pelo Papa Francisco, em comemoração aos 150 anos da proclamação de São José como Padroeiro Universal da Igreja, pelo Beato Pio IX.

 

Como em todo encontro, ao final a Ir. Mariane deu  os avisos gerais. Nesse momento anunciou a surpresa do dia, apresentando o presente que todas as participantes receberão em casa: uma linda caneca.

 

Adiantou que, ao longo deste ano  jubilar, teremos muito trabalho com as preparações para a grande festa da celebração do Jubileu de Diamante.

 

 

Por Maria da Conceição Moreira Braga

 


 

Compartilhe

© 2021 Schoenstatt. Todos Direitos Reservados

Weblite