ANIVERSÁRIO DE 21 ANOS DO SANTUÁRIO TABOR DA LIBERDADE

23 de maio de 2024

 

 

 

 

No dia 19 de maio de 2024, Solenidade de Pentecostes, o Santuário Tabor da Liberdade, em Confins, Minas Gerais, tornou-se um cenáculo.

 

A Mãe e Rainha Três Vezes Admirável de Schoenstatt, juntamente com os cerca de 3.000 romeiros, que lá compareceram para celebrar e agradecer a dádiva dos 21 anos de existência do Santuário, unidos a toda a Igreja, imploraram a vinda do Espírito Santo.

 

Desde cedo, os peregrinos começaram a chegar, vindos de perto e de longe, e logo entraram na fila, para pedirem a bênção da Mãe.

 

Os festejos começaram com a acolhida da imagem de São José, que saiu em procissão, da Paróquia de São José, onde está situado o Santuário, e foi conduzida pelos Homens do Terço, até ao trono da Mãe Rainha, tendo sido solenemente recebido.

 

 

 

 

A sequência da festa aconteceu na Tenda de Celebrações, com uma bela vivência preparada pela juventude do Tabor da Liberdade, abrindo o jubileu de 20 anos da primeira coroação da Mãe de Deus como Rainha da Liberdade, em 2005.

 

A vivência mostrou como a corrente de coroações da Mãe de Deus começou, iniciada pelo fundador, Padre José Kentenich, quando, em 10 de dezembro de 1939, A coroou, pela primeira vez, como Rainha de Schoenstatt, no Santuário original. A vivência destacou a pessoa do Sr. João Luiz Pozzobon, que coroou a Mãe de Deus, como Rainha da Campanha da Mãe Peregrina, em 10 de setembro de 1950.

 

Mãe, recebe a coroa! E, junto a ela, Te ofertamos o nosso coração!

Ao final da vivência, a Mãe de Deus recebeu, mais uma vez, a coroa de Rainha da Liberdade, abrindo-se, assim, o jubileu de 20 anos de coroação.

 

A programação do dia teve seguimento com a Adoração Eucarística, na qual todos foram conduzidos para adorar, louvar e bendizer a Jesus Sacramentado e pedir a intercessão da  Rainha do Cenáculo, pela  vinda do Espírito Santo, com a oração do  “Veni Creátor”, sem deixar de interceder por todos os peregrinos presentes, pelos doentes, pela união nas famílias, pela paz no mundo e pedindo que o povo gaúcho possa ser restaurado.

 

O momento de adoração citou o Jubileu Extraordinário da Misericórdia, que será celebrado em 2025, a pedido do Papa Francisco, lembrando seu pedido de que 2024 seja um ano de oração, no qual os corações se abram para receber a abundância da graça divina. A seguir foi meditada a oração do “Pai Nosso”.

 

No encerramento da adoração, toda a assembleia entoou o hino “Te Deum”, em gratidão pelo aniversário do Santuário.

 

 

 

Hora da partilha

Alguns romeiros partilharam o que vivenciaram durante a programação da manhã:

 

 

Castilho Juarez Dias Barbosa, coordenador da Campanha da Mãe Peregrina, na cidade de Caetanópolis, declarou:

“A fé, a esperança e o amor encontro no Tabor”, que “está em saber que a Mãe está com o Filho, intercedendo na plenitude por nós! Mãe Rainha Três Vezes Admirável, rogai por nós!”

 

 

Já Elson Damásio Pimenta, da cidade de Mariana,  estava em visita ao Santuário pela primeira vez e relatou:

“Primeira vez neste Santuário, vale muito, muito mesmo. Tenho certeza e posso dizer…Quem vem, não volta do mesmo jeito, pois está levando para seu lar, sua paróquia, sua cidade, graças, bênçãos de Maria, Mãe de Deus e nossa. Momento mágico, Maria e o Espírito Santo. Domingo que ficará marcado em nossas vidas.”

 

 

Para Berenice da Silva Cunha, que veio de mais longe, da cidade de Pirapora, nesta sua primeira visita ao Tabor da Liberdade, conta:

“O retiro foi de grande contribuição para o crescimento da minha fé. A Mãe Rainha sempre nos acolhe no seu coração. Nossa Mãe sempre nos surpreende, com seu carinho e cuidado em todos os aspectos. Me senti no colo da Mãe. Já conhecia a Campanha da Mãe Rainha, porque minha mãe recebia. Depois fui convidada pra ser missionária e ano passado, tive a felicidade de estar no Santuário de Atibaia”. Conta ainda, que sua filha, que não conseguia engravidar, no final de 2023, deu à família a noticia tão esperada: vai ser mãe, e agradece a intercessão da Mãe Rainha Três Vezes Admirável de Schoenstatt.

 

 

 

Momento de descontração e alegria

 

No horário do almoço os romeiros foram presenteados com a apresentação da Corporação Musical Mestre Mário Pereira da Luz, da cidade de Confins, que apresentou vários números musicais.

 

Na volta do almoço, após vários depoimentos de peregrinos sobre graças alcançadas, pela intercessão da Mãe de Deus, todos foram convidados para rezar o santo Terço, agradecendo as graças e bênçãos recebidas.

 

O fechamento do dia festivo foi com a grande celebração da Santa Missa, presidida pelo  Pe. José Genildo Bezerra da Silva, pároco da Paróquia de São José/Confins e assistente religioso do Santuário.

 

Após saudar os  peregrinos presentes, disse em sua homilia: “Hoje, celebramos a solenidade de Pentecostes, 50 dias depois da Páscoa, a descida do Espírito Santo sobre os apóstolos e a Virgem Maria. E estamos celebrando 21 anos da presença da Mãe Peregrina aqui no Santuário Tabor da Liberdade.

 

Queremos agradecer a Deus, Pai, Filho e Espírito Santo, o bem que Deus tem feito neste Santuário. Quantas vidas restauradas, quantos milagres, quantas graças recebidas! É momento de louvar a Deus, pela presença da Mãe Peregrina nessas serras de Minas, na cidade de Confins, Arquidiocese de Belo Horizonte. A Mãe Peregrina é a primeira evangelizadora do Movimento de Schoenstatt”.

 

Na bênção final de envio, o celebrante fez a seguinte invocação sobre o povo: “Deus, o Pai das Luzes, que hoje iluminou o coração dos peregrinos neste Santuário, derramando sobre eles o Espírito Santo, vos conceda a alegria de sua bênção e a plenitude dos dons do mesmo Espírito”.

 

 

 

 

 

Por: Maria da Conceição Moreira Braga

 

 

 

 

Compartilhe

© 2024 Schoenstatt. Todos Direitos Reservados

Weblite